sábado, 28 de outubro de 2017

Para Ti...

Lembrei-me agora
De te ligar
Para te dizer
que não estou bem.
A mão no telefone
Mas vem-me à ideia
Que não estás do outro lado
Que não estás em casa...
Nunca me fez tanta falta
Ouvir a tua voz
Nunca me senti tão só,
Tão vazia
No entanto estás ai,
pertinho, pertinho de mim
Podes falar comigo,
Amanhã...
Não agora quando eu quero
Amanhã...
Não agora quando eu preciso
Amanhã...
Não agora quando o meu egoísmo te quer
Amanhã,
Quando tu quiseres....
Eu posso estar ao teu lado
Mas tu podes não falar comigo!
Amanhã...
Quando eu for ter contigo
Vou sorrir
Brincar como nunca brinquei
Falar como nunca falei.
Porque hoje
Sei que Amanhã
Pode ser tarde
E tenho que te Amar
Hoje e só Hoje...

Setembro 2017
Celeste Santos Pinto

1 comentário: