domingo, 21 de fevereiro de 2016

Nostalgia

Estou só
Nostalgia que me invade
O quer voltar a ter
a juventude que já foi
a alegria no meu olhar
a alegria do futuro.
Estou só no meio
Da nostalgia que me invade
Por ter visto partir
tanta gente.
Estou só.
A nostalgia me invade
Com as lágrimas
que caiem no meu colo.
Estou só,
Com a nostalgia que me invade
Calando as palavras que não tenho
atravessadas na garganta.
Mas que impedem que eu grite
as saudades que eu tenho
Da nostalgia que me invade

E me deixa só.

Sem comentários:

Enviar um comentário